CONCURSO INTERNACIONAL DE ARQUITETURA PAISAGISTA

UG_BANNER_pt.jpg

o concurso acaba em

ENQUADRAMENTO

URBAN GARDEN é a feira dedicada aos equipamentos, mobiliário urbano, ambiente sustentável e economia circular e a oportunidade ímpar para os players que se movimentam nesta área de atividade de apresentar as suas propostas e soluções ao mercado.

Numa altura em que as cidades se reinventam, tendo por base a sustentabilidade e a mobilidade urbana, surgem cada vez mais propostas e soluções no âmbito dos equipamentos, arquitetura, mobiliário urbano, iluminação e tantos outros.

Com uma divulgação dirigida para as autarquias e os prescritores, como os arquitetos e engenheiros, a URBAN GARDEN apresenta-se como uma excelente opção para apresentar ao público alvo as muitas novidades e inovações a que esta área de atividade está sujeita.

APAP é uma Associação Profissional de Direito Privado com estatuto de Utilidade Pública que tem por fim o estudo e defesa dos interesses e direitos relativos à actividade da Arquitectura Paisagista e dos Arquitectos Paisagistas. A APAP é igualmente interlocutor institucional, nacional e internacionalmente, das empresas e profissionais do sector e, nessa qualidade, é responsável por promover e praticar tudo quanto possa contribuir para assegurar um correcto ordenamento do território, pela defesa e promoção da paisagem, do ambiente, da sustentabilidade e pelo direito à qualidade de vida para todos os cidadãos

 

 

IF-Ideasforward é uma plataforma de arquitetura, cujo objetivo é o de educar para uma cultura arquitetónica. Uma das suas ferramentas, geradora de fóruns de discussão, são os concursos internacionais de arquitetura. 

A IF defende que o futuro depende da valorização da arquitetura como meio da educação de toda a sociedade. 

É com esta visão globlalizadora que nasce a parceria entre a Exposalão, a APAP e a IF, para a organização de um concurso internacional de arquitetura paisagista, URBAN GARDEN AWARD´22, com o apoio da AnteProjetos, no contexto da feira URBAN GARDEN 2022.

 

 

Celebrações da Arquitetura Paisagista em 2022

80/100 da APAP

 

De 20 de Outubro de 2021 (Dia Internacional da Paisagem) a 20 de Outubro de 2022 a APAP comemora as Celebrações 80/100. Oitenta anos de ensino da Arquitetura Paisagista em Portugal e um século sobre o nascimento de Gonçalo Ribeiro Telles. São duas datas marcantes para a profissão. Uma porque marca a génese do olhar holístico entre o construído e o natural, do nascimento de uma classe profissional dedicada à “arte de ordenar o espaço exterior em relação ao homem” como explicava o Professor Francisco Caldeira Cabral, fundador do curso livre de arquitetura paisagista em 1942. A outra porque celebra a vida do arquiteto paisagista mais carismático e marcante da história da arquitetura paisagista em Portugal; Um homem recto e de convicções fortes e um lutador incansável pelos seus princípios, conseguiu juntar personalidades de várias áreas de intervenção, incluindo a política, informando, explicando, planeando e defendendo a importância da preservação e respeito pelos processos naturais, ecológicos e biodiversos, tanto no campo como na cidade, à grande e à pequena escala.

 

Mês Internacional da Arquitetura Paisagista

Em Abril celebra-se o Mês Internacional da Arquitetura Paisagista. Num momento histórico em que o debate em redor da paisagem passou a estar na ordem do dia, todo o olhar para a abordagem da arquitetura paisagista realizado e produzido por nós, introduz um valor acrescentado sobre uma realidade que deve passar para o exterior com o devido sentido das suas responsabilidades e campos de abrangência, nomeadamente no que devem ser reflectidos os Serviços de Paisagem.

 

Gonçalo Pereira Ribeiro Telles (1922-2020)

Gonçalo Ribeiro Telles, pioneiro da arquitetura paisagista em Portugal, foi uma figura tutelar da defesa da ecologia para fundamentar a intervenção na paisagem e no território, e o responsável pelo lançamento da política de ambiente em Portugal, cuja legislação incentivou quando passou por vários cargos públicos, nomeadamente como deputado e como ministro de Estado e da Qualidade de Vida, entre 1981 e 1983. 

 

Nascido a 25 de maio de 1922, em Lisboa, Gonçalo Ribeiro Telles é autor de projetos relevantes em Lisboa, como os Corredores Verdes e os jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, obra que assinou em conjunto com António Viana Barreto, e que viria a ser distinguido com o Prémio Valmor, em 1975.

 

URBAN GARDEN AWARD 2022

OBJETIVO

2022 marca o centenário do nascimento do arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles e a primeira edição do concurso URBAN GARDEN AWARD´22 visa celebrar esta efeméride. Assim pretendemos, com este concurso, dar seguimento à ideia que tinha para a cidade de Lisboa, com eixos de ligação (corredores verdes) entre o centro da cidade e a periferia (parque periférico) e lançar um novo desafio “URBAN SUSTAINABILITY CORRIDOR – from the port to the airport”.

 

O objetivo para este concurso é o lançamento de um debate de ideias que promova a reflexão sobre os eixos de ligação para a cidade de Lisboa, desde o porto ao aeroporto, incidindo no eixo Estação Fluvial Sul e Sueste – Praça das Partidas do Aeroporto Humberto Delgado.

 

Num momento em que o efeito das alterações climáticas se torna cada vez mais evidente e representa um desafio particular para os países do sul, é necessário aumentar a responsabilidade e o compromisso e colocar as alterações climáticas no centro da agenda.

 

Para prossecução destes objectivos, torna-se necessário, desde logo, produzir conteúdos e informar, promovendo a consciencialização do público no sentido da defesa, preservação e valorização do património; contribuir para o ordenamento dos nossos territórios e para o desenho das cidades do futuro, nos seus desafios contemporâneos e em questões como a biodiversidade, saúde, a adaptação às alterações climáticas, a promoção do património urbano-ambiental e a inclusão e coesão social.

 

Para o desenvolvimento e prossecução de iniciativas que permitam dar corpo aos objectivos acima expostos, de forma abrangente e integradora, pretende-se que o presente concurso seja uma ferramenta para a transmissão de conhecimento, a promoção do debate e a sensibilização e mobilização dos cidadãos para as questões ambientais.

 

CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

Podem candidatar-se arquitetos paisagistas e estudantes de arquitetura paisagista podendo fazer parte das equipas elementos de outras disciplinas.

 

Os premiados terão de comprovar as suas habilitações exigidas nestas condições de participação.

 

A inscrição é gratuita, mas obrigatória através do link disponibilizado nesta página.

Após a inscrição o concorrente receberá um código que deverá inserir no painel conforme indicado no template fornecido após registo.

 

EXCLUSÕES

Não poderão candidatar-se ao “URBAN SUSTAINABILITY CORRIDOR – from the port to the airport” candidatos que tenham participado na elaboração das bases do concurso ou que tenham uma relação profissional com o júri.

As candidaturas enviadas para o email para além do prazo estipulado não serão consideradas.

As candidaturas que apresentarem alguma identificação pessoal para além do número de registo, serão automaticamente excluídas.

 

PROGRAMA DO CONCURSO

TEMA

URBAN SUSTAINABILITY CORRIDOR
– from the port to the airport​
 

CATEGORIA PROFISSIONAIS

 

O programa para este concurso tem por base os estudos feitos pelo arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles para os corredores verdes que ligam o centro de Lisboa com a sua periferia, nomeadamente o Plano Verde de Lisboa e o Parque Periférico.

O corredor de sustentabilidade que se pretende desenvolver, forma um eixo de ligação entre a zona da Estação Fluvial Sul e Sueste e a Praça das partidas do Aeroporto Humberto Delgado.

Assim, os concorrentes deverão apresentar uma proposta de arquitetura paisagista inovadora que deverá contemplar o desenvolvimento de um conceito geral integrador e de articulação funcional do corredor e definição de ideias em pelo menos 3 pontos de intervenção fundamentais ao longo do eixo definido. Os pontos de intervenção são à escolha do concorrente.

Devem ser considerados como pontos de intervenção as seguintes zonas:

 

1.     Praça da Estação Fluvial Sul e Sueste

2.     Martin Moniz

3.     Avenida Almirante Reis

4.     Praça do Chile

5.     Alameda Afonso Henriques

6.     Praça do Areeiro

7.     Avenida Gago Coutinho

8.     Rotunda do relógio

9.     Praça das partidas do Aeroporto Humberto Delgado

 

Ao longo do percurso deverão ser considerados os seguintes elementos urbanos:

 

·       Mobilidade, pedonalização, ciclovias;

·       Estacionamento de automóveis e bicicletas;

·       Carregamento para viaturas eléctricas;

·       Zonas verdes e zonas de estadia; 

·       Espaços de jogo e recreio;

·       Espaço de desporto (formal ou informal);

·       Infraestruturas sustentáveis;

·       Outros ao critério do concorrente.

 

CATEGORIA ESTUDANTES

 

Pretende-se nesta categoria o desenvolvimento de um equipamento urbano inovador, o Espaço de Jogo e Recreio (PLAYGROUND). Propõe-se a reflexão sobre este tipo de espaços na medida em que maioritariamente são “ilhas” isoladas, vedados e standardizados.

 

Este equipamento deverá contemplar espaços adequados para várias gerações e estar devidamente inserido e enquadrado num dos pontos de intervenção referidos anteriormente, à escolha do concorrente.

 

Os materiais a propor e ambas as categorias deverão ter em consideração todos os aspectos relevantes na perspectiva ambiental, durabilidade e custos de manutenção.

 

 

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

As propostas em ambas as categorias serão avaliadas de acordo com os seguintes fatores:

Criatividade das soluções apresentadas - 50%

Critérios de sustentabilidade urbana - 30%

Qualidade funcional - 20%

INSCRIÇÃO

Gratuita, mas obrigatória.

Inscrição
Documentos

APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS

CATEGORIA PROFISSIONAIS

Painel 1 com a planta geral

Painel 2 com detalhes

Painel 3 com detalhes 

As propostas deverão conter, no mínimo, os seguintes elementos:

 

Planta geral 

Perfis ilustrativos

Representações tridimensionais da proposta

Fotomontagens e/ou imagens ilustrativas da ideia

Nota descritiva da proposta

 

CATEGORIA ESTUDANTES

Painel 1 com:

Planta geral 

Representações tridimensionais da proposta

Fotomontagens e/ou imagens ilustrativas da ideia

Nota descritiva da proposta

 

As escalas a apresentar nos desenhos em ambas as categorias são ao critério do concorrente.

Dado tratar-se de um concurso internacional, o idioma a utilizar na proposta é o Inglês.

 

As propostas deverão ser apresentadas em formato digital JPG (RGB) formato DIN A1 (594 mm x 841 mm) com orientação vertical, resolução mínima de 96 DPI, com um tamanho de imagem recomendado: 12MB (12Megabytes).

 

É fornecido, com este regulamento, o template do painel, em formato PSD; AI e EPS, que o concorrente deverá usar para apresentar a sua proposta.

É obrigatório colocar o número de identificação de participante no local indicado no painel.

Os ficheiros dos painéis deverão ser enviados até às 18:00 horas (hora de Lisboa) do dia 3 de abril 2022 para o seguinte email: competitions@if-ideasforward.com     

 

O assunto do email será o número de registo fornecido pela IF via e-mail, após registo de participação, ex: UGA000333

O nome do ficheiro deve corresponder apenas ao número de registo fornecido pela IF via e-mail, após registo de participação, ex: UGA000333.jpg

 

DATAS

 

Lançamento do concurso: 09 de fevereiro 2022

Fim do período de inscrições:  03 de abril de 2022, até às 18:00 horas (hora de Lisboa)

Entrega das propostas:  03 de abril de 2022, até às 18:00 horas (hora de Lisboa)

Cerimónia de prémios: 09 de Abril, durante a tarde na FIL

Período de esclarecimentos: os pedidos de esclarecimento poderão ser enviados até ao dia 18 de fevereiro de 2022, às 18:00 horas (hora de Lisboa) para o email:  competitions@if-ideasforward.com  

PRÉMIOS

 

Categoria Profissionais

1º Prémio - 2300.00€ (dois mil e trezentos euros) + troféu GREEN CORRIDOR – from the port to the airport

2º Prémio - 1300.00€ (mil e trezentos euros) + troféu GREEN CORRIDOR – from the port to the airport

3º Prémio - 650.00€ (seiscentos e cinquenta euros) + troféu GREEN CORRIDOR – from the port to the airport

O júri poderá atribuir Menções Honrosas, de natureza não pecuniária, aos autores das propostas que se distingam das restantes.

Categoria Estudantes

1º Prémio - Estágio profissional de 6 meses na LTX + troféu GREEN CORRIDOR – from the port to the airport

O júri poderá atribuir Menções Honrosas, de natureza não pecuniária, aos autores das propostas que se distingam das restantes.

JÚRI

Rui Reis, arquiteto paisagista indicado pela Exposalão

João Paulo da Gama Leite de Barros de Castro, arquitecto paisagista indicado pela CM Lisboa

Carlos Correia Dias, arquitecto paisagista indicado pela APAP

Maria Aragão, arquitecta paisagista indicada pela APAP

Vera Ramos, arquitecta paisagista indicada pela IF

 

Promovido por

logo exposalao cores-01.png

Organizado por

Logotipo_education_2.jpg
Logotipo_education_2.jpg

Parceria

APAP-Vertical-preto_edited.png

Media Partner

AP_logo_edited.jpg

Patrocinadores

HCG_logo.jpg
Logo_Rain_bird.png
CARIMBO.png
Logo_LTX.png